Destino Santiago: dicas de roteiro e informações úteis na capital chilena

Antes de aterrissar em Santiago, já é possível ter uma ideia das belezas que esperam o viajante. Ornada pela Cordilheira dos Andes, a capital chilena atrai pela elegância e autenticidade, onde o moderno ganha contornos tradicionais e tudo está ao alcance das mãos. Uma grande metrópole como Santiago abriga tesouros históricos, culturais e naturais riquíssimos, sendo ela própria um tesouro ainda pouco explorado pelos turistas na América do Sul.

Santiago e a Cordilheira dos Andes ao fundo

Neste post, reunimos dicas de roteiros e informações para o viajante se planejar e aproveitar o melhor de Santiago!

Atrações imperdíveis em Santiago

De junho a setembro, o inverno em Santiago atrai muitos visitantes interessados em explorar as estações de esqui. Porém, a cidade reserva muitas atrações em todas as estações do ano!

Caminhada pelo Centro

Palacio de a Moneda

O melhor jeito de conhecer a cidade é a pé, embora a tarifa de táxi seja muito barata. Compacto e muito agradável, o centro de Santiago, como de qualquer grande cidade, mostra muito da identidade local. Repleto de pontos turísticos, o centro reúne atrações históricas e culturais, assim como igrejas e edifícios governamentais.

Paseo Ahumada

A dica é começar pelo Palacio de la Moneda, sede presidencial que abriga um rico centro cultural com galerias, salas de exposições, cafés e restaurantes. Caminhar pelo Paseo Ahumada, umas das vias mais famosas de cidade, exclusiva para pedestres, com muitas lojas, galerias, cafés e outros estabelecimentos do gênero. Ao chegar a Plaza de las Armas, marco zero da cidade, pare para contemplar a arquitetura dos prédios históricos e monumentos.

No entorno da Plaza de las Arma, vale uma visita ao Museu Chileno de Arte Pré-Colombiana e uma esticada até o Museu Nacional de Belas Artes e o Mercado Central de Santiago.

Cerro San Cristobál e La Chascona

Cerro San Cristobál

A melhor vista da Santiago está no alto do Cerro San Cristobál e o segundo ponto mais alto da cidade. O Parque Metropolitano de Santigo abriga o cerro e o teleférico da cidade. A subida é feita de funicular (um bondinho), leva uns 10 minutos e tem uma parada para quem quiser conhecer o zoológico. No cumbre (alto do cerro) está o Santuário Imaculada Conceição, com uma imagem de 22 metros da santa.

Teleférico

O teleférico, reinaugurado em 2017 depois de 6 anos fechado, tem três paradas: Oasis – Pedro de Valdivia, Tupahue e Cumbre (é possível acessar o teleférico de qualquer uma das 3). O trajeto percorre 4,8 km e o viajante pode comprar um tíquete de ida e volta ou só de ida.

La Chascona

Localizado no Bairro Bella Vista, ao descer do cerro San Cristobál aproveite para conhecer a casa-museu do poeta Pablo Neruda. La Chascona é uma casa que lembra o formato de um barco, em referência à paixão de Neruda pelo mar. Lá o poeta viveu seus últimos anos ao lado da esposa, Matilde Urrutia.

Outra dica é aproveitar e passear pelo Bairro Bella Vista, a região mais boêmia de Santiago. Cheio de atrações, o bairro mistura arte, entretenimento e gastronomia, com muitos bares, restaurantes, teatros e casas noturnas.

Cerro Santa Lucía

Cerro Santa Lucía

Mais baixo que o San Cristobál, o cerro Santa Lucía pode ser subido a pé, são cerca de 70 metros de altura. O cerro faz parte de um pequeno parque urbano, a poucas quadras do centro, que oferece uma vista privilegiada da Cordilheira dos Andes, com uma bela panorâmica da região central de Santiago. No topo do cerro, o viajante encontrará marcos históricos e artísticos como o Castillo Hidalgo e a Escultura Caupolicán.

Viña del Mar

Litoral de Viña del mar

Próximo de Santiago, Viña del Mar é um dos principais balneários chilenos. O lugar encanta não só pelas praias de águas geladas do Pacífico, mas pelas áreas verdes. Viña também é conhecida como “Cidade Jardim”, encanta pelos castelos e palácios de tempos remotos, cassinos e noite agitada.

Informações importantes para o viajante em Santiago

  • A moeda é o Peso Chileno.
  • O Chile é o segundo país mais seguro da América Latina. Em Santiago é raro ocorrer assaltados, mas fique de olho nos seus pertences, furtos são mais comuns.
  • Em Santiago, a voltagem é 220 v.
  • A tomada chilena é de 3 pinos redondos e alinhados.
  • Na gastronomia, os chilenos são especialistas em frutos do mar.
  • É proibido consumir bebidas alcoólicas em vias públicas no Chile, exceto em mesas de bares que ocupam calçadas.
  • Em estações de transição, com outono e primavera, leve casacos médio e roupas mais leves. O tempo é bastante agradável de dia, mas pode fazer muito frio à noite.
  • Santiago tem a segunda maior linha de metrô da América Latina. Os principais pontos turísticos contam com estações de metrô.
  • Março e abril são os melhores meses para visitar as vinícolas chilenas, com direito a colher um cacho do pé. Há muitas ao redor de Santiago.

Visite Santiago numa das épocas mais agradáveis do ano, o outono! Aproveite o feriado de páscoa para conhecer as belezas da capital chilena.

O pacote Páscoa em Santiago da Conextravel inclui passagens aéreas, 7 noites de hospedagem em Santiago com café da manhã incluso, transfer, city tour pela cidade e ainda um passeio especial por Viña del Mar!

Contate nossos consultores e reserve sua viagem!

Leave a Reply